Skip to main content

Aprenda como negociar dívidas e fique com o nome limpo

É importante aprender meios de negociar dívidas para sair do aperto! Afinal, o cenário econômico não está animador.

O acúmulo das dívidas gera o famoso efeito “bola de neve”, em que os juros compostos se multiplicam, ficando cada vez mais difícil se livrar da situação. Contudo, com o uso de algumas técnicas de planejamento financeiro é possível quitá-las e limpar seu nome!

Ficou interessado? Então confira neste artigo algumas dicas imperdíveis para negociar dívidas e fechar todas as suas pendências!

Faça uma avaliação de suas dívidas

Geralmente, a quantidade de obrigações financeiras de uma pessoa pode levá-la a um caos organizacional.  É importante que seja feita uma avaliação da quantidade de dívidas e o valor total a ser pago.

Assim, você criará diretrizes concretas para estabelecer planos de pagamento, facilitando a organização financeira.

Hoje já existem ferramentas que ajudam a administrar esses planos, na forma de planilhas eletrônicas e assistentes financeiros totalmente digitais!

Crie um valor mínimo de pagamento mensal

Após criar diretrizes sólidas com a ajuda das ferramentas de gestão adequadas, você estará pronto para a tomada de decisão. Use as informações reunidas em sua nova planilha de orçamento e vamos aos cálculos!

Primeiro, organize todos os valores essenciais para seu cotidiano, aluguel, suprimentos mensais, etc. Em seguida, corte todos os supérfluos, ou seja, aquilo que pode ser descartável. Dessa forma, você vai economizar, além de organizar suas finanças.

Por último, todo o valor que sobrar após esses cortes deverá ser voltado para o pagamento das suas dívidas, sem exceção!

Priorize as dívidas mais importantes

As pessoas têm o costume de acreditar que as piores dívidas são aquelas mais caras, porém, nem sempre isso é verdade. Assim, após reunir o dinheiro para começar a negociar dívidas, o próximo passo consiste em quitar aquelas mais perigosas.

A melhor forma de priorizar uma pendência é checar os juros correntes dela: quanto maiores os juros, maior será a prioridade da dívida para pagamento. Geralmente, os cartões de crédito e o famoso cheque especial são os que possuem as maiores taxas de juros.

Outro cuidado importante é não fazer pagamento do valor mínimo da fatura, pois, muitas vezes, o valor pago cobre apenas os juros acumulados e você não estará, realmente, amortizando/quitando valor algum da dívida.

Pense em uma proposta para negociar dívidas com o credor

Essa etapa é crucial para você sair do aperto e melhorar sua vida financeira, afinal, para negociar dívidas pendentes é preciso conversar com seu credor. Desse modo, você deve levar um plano de negócio com propostas concretas.

Não faça pouco caso! Explique sua situação de forma verdadeira e mostre sua capacidade de pagamento que foi planejada anteriormente. O credor terá maior confiança em sua palavra e verá sua disposição.

Aprender a negociar dívidas depende totalmente de sua organização financeira. Analise suas pendências e, de acordo com o tamanho dos juros, veja qual delas deve ser quitada de imediato e quais valem a pena parcelar. Nesse tipo de situação, a ajuda de um profissional especializado pode gerar ainda mais soluções.

Gostou do conteúdo? Então confira mais sobre como sair do vermelho e quitar suas pendências de maneira correta!

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos





Compartilhe sua opinião com a gente

opiniões