Skip to main content

Seis coisas com as quais vale a pena gastar

Na tentativa de economizar e fazer o dinheiro render, acabamos achando que viver uma vida austera e não gastar com nada é a solução. Se alguém te dissesse que você devia comprar um computador novo ou ter mais de um cartão de crédito, provavelmente acharia que era um péssimo conselho, não?. Mas, em alguns casos, pode ser o contrário!

Anjo bom ou anjo mal

Em artigo publicado esta semana no site Business Insider, a especialista em finanças pessoais da Nerdwallet, Kimberly Palmer, indicou seis situações em que gastar pode ser mais benéfico que poupar. Segundo ela, é preciso ser “estratégico sobre como se poupa dinheiro e como se gasta dinheiro”. Estes são os itens com os quais, segundo ela, pessoas economicamente inteligentes sabem que vale a pena gastar um pouco mais.

1. Produtos que te fazem ganhar mais dinheiro

Compras que ajudam você a avançar em seu trabalho são um bom investimento, de acordo com Palmer. Nesta lista estão incluídos roupas para seu primeiro dia de trabalho, um bom notebook ou um carro de confiança, se isso for importante para sua subsistência. “Todas as ferramentas que permitem que você faça melhor”, disse ela.

2. Serviços que economizam seu tempo

Às vezes o delivery são mais barato que ir à loja, ou mandar a roupa para a lavanderia te faz perder menos tempo lavando roupas. Se ações como essas te ajudarem a ter mais tempo para ganhar mais, então vale a pena. Além disso, nem tudo tem a ver com trabalho, mas também com qualidade de vida e felicidade. “Para mim, dinheiro tem a ver com dar a vida que você quer, e isso geralmente significa gastar o tempo nos coisas que fazem você feliz”, diz Palmer. “A melhor coisa que você pode fazer com seu dinheiro é usá-lo para ganhar tempo.”

3. Cartões que te rendem benefícios

Os cartões que contam com os melhores benefícios costumam ter anuidades bem caras, mas para algumas pessoas, pode valer a pena. Se você gasta muito dinheiro em viagens e quer resgatar muitas recompensas em viagens esses cartões oferecem um valor melhor do que cartões de milhagem, sem taxas anuais. Assim, você poderia ganhar milhas ou pontos com um cartão de recompensas Premium, o que torna a taxa anual um gasto inteligente.

4. Utensílios de cozinha de boa qualidade

Essa, claro, serve pra quem sabe cozinhar. “Você pode economizar muito dinheiro cozinhando em casa”, diz Palmer. Adicione a isso os benefícios à saúde que refeições caseiras trazem em comparação com comida de rua – restaurantes ou fast food – ou comida congelada. Palmer ressalta também a economia de tempo, ao ter uma máquina de café expresso em casa. O tempo que leva para chegar ao café, esperar na fila e obter o seu pedido, você poderia estar sentado em sua cozinha desfrutando de uma boa xícara de café caseiro feito do jeito que gosta.

5. Experiências

Segundo Palmer, qualquer experiência que melhore sua saúde e qualidade de vida pode ser um bom item para sua lista de permissões. Isso inclui a yoga, treinamentos funcionais e outras atividades saudáveis. Algumas dessas atividades você pode fazer ao ar livre, de graça, mas Palmer enfatiza a experiência em si, o que às vezes exige um pequeno gasto.

6. Pequenas coisas que te dão prazer

“Um grande desperdício para uma pessoa é um desperdício de dinheiro para outra pessoa”, diz Palmer. Se você gosta de fotografia, uma câmera é um ótimo investimento. Se as selfies borradas forem boas o suficiente para você, a câmera do seu telefone é tudo que você precisa. “Depende muito do que te dá prazer”, diz ela.

Mas a especialista adverte também que estas atitudes não servem para todos. Se você tem dívidas de cartão de crédito ou já está gastando mais do que o orçamento é bom resolver essas questões antes de gastar. O ideal é fazer um bom planejamento orçamentário antes de qualquer coisa.

Uma boa regra para determinar se você está gastando demais é aplicar o método orçamentário 60/10/30 , onde 60% do seu orçamento vai para as necessidades básicas, 10% para a poupança e pagamento de dívidas, enquanto 30% vai para os demais gastos. Este é o mesmo método utilizado pelo Otto pra te ajudar a identificar o que é essencial ou não essencial.

Com informações de Business Insider

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos





Compartilhe sua opinião com a gente

opiniões