Skip to main content
Educação financeira

Conheça a importância da educação financeira para jovens

No Brasil, a educação financeira ainda é um assunto pouco debatido, tanto no âmbito das escolas quanto no próprio contexto familiar. Entretanto, muito embora uma discussão aberta a respeito do tema ainda não seja tão comum, esse é um assunto extremamente importante.

Você deve estar se perguntando: “mas, afinal, o que é educação financeira e por que ela é tão importante?”.

Educação financeira é todo o processo que envolve o desenvolvimento de uma compreensão a respeito da relação mantida com o dinheiro. Ou seja, trata-se do domínio e do conhecimento acerca do dinheiro e da melhor postura a ser adotada quando o assunto é a gestão econômica pessoal.

A má educação financeira costuma se refletir na dificuldade de controle do dinheiro, no excesso de dívidas e no consumo exagerado e desnecessário. Ninguém deseja isso nem para si e muito menos para os próprios filhos, não é mesmo?

Por isso, educar os jovens desde cedo é de extrema importância para melhorar as suas perspectivas, possibilitando um futuro mais confortável e seguro. Confira a seguir os principais benefícios da educação financeira para os jovens:

Prepara o jovem para o futuro

Investir em educação financeira permite vislumbrar um cenário além do presente, construindo um conhecimento que será útil para toda a vida adulta. Dessa forma, o conhecimento ajuda a preparar o jovem para o seu futuro, entendendo qual deve ser a sua relação com o dinheiro e quais serão as melhores formas de se planejar para usá-lo de maneira inteligente e promissora.

Assim como toda educação, o conhecimento adquirido será empregado durante toda a vida adulta.

Fortalece a capacidade de autoconhecimento

Outro benefício da educação financeira para os jovens é que ela permite o fortalecimento da capacidade de autoconhecimento. Ao lidar com dinheiro o jovem começa a compreender quais são os seus hábitos de consumo e de que forma eles refletem em suas finanças e até mesmo em sua vida pessoal.

Dessa forma, ele tem maiores condições de se planejar e de estipular estratégias que possam ajudá-lo a evitar problemas financeiros, levando em consideração as suas necessidades e suas características individuais.

Desenvolve a autonomia

Os jovens que têm acesso à educação financeira apresentam maior autonomia para lidar com o seu dinheiro. Isso significa que eles têm condições maiores de “se virar” quando o assunto é planejamento, consumo e investimentos.

A autonomia é extremamente importante na formação de indivíduos responsáveis e independentes.

Estimula a Responsabilidade Social

Essencialmente, a responsabilidade social está vinculada à formação de comportamentos, ações e posturas que promovam o bem-estar de um conjunto de pessoas.

Ainda, a orientação financeira está diretamente relacionada à responsabilidade social, uma vez que a gestão econômica é um fator que afeta diretamente o bem-estar de grupos sociais.

Nesse sentido, o estímulo à educação também é um estímulo ao desenvolvimento da responsabilidade social.

A educação financeira pode ser estimulada em diversas frentes, e hoje existem diversos canais que podem ajudar no desenvolvimento de comportamentos sustentáveis por parte dos jovens.
Além disso, a tecnologia é uma grande aliada do assunto, já que hoje é possível contar com diversos aplicativos de controle financeiro que surgiram com o escopo de facilitar a vida das pessoas e auxiliar na gestão financeira pessoal e familiar.

Foi possível entender como a educação financeira é importante para o futuro dos jovens, não é mesmo? É importante para eles ter um controle e uma boa relação com o dinheiro, a fim de garantir uma vida mais confortável e segura no futuro.

Gostou deste artigo sobre educação financeira? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de conteúdos e dicas relevantes sobre planejamento e gestão financeira!

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos





Compartilhe sua opinião com a gente

opiniões